Entidades que representam empresários dos mais diversos setores da economia de Goiânia pediram ao Prefeito Íris Rezende que permita a reabertura do comércio na cidade. A solicitação foi apresentada nas sexta-feira (22) e deverá ser analisada pelo Chefe do Executivo na segunda-feira (25). As entidades pediram que o Prefeito analise a solicitação com urgência, pois afirmam que os comerciantes estão sofrendo com a interrupção das atividades. Algo que realmente está complicando o crescimento econômico do município.

A solicitação das entidades representativas é que a reabertura do comércio em Goiânia se dê em 1º de junho. De acordo com as argumentações dos empresários, praticamente todos os setores da economia podem voltar a funcionar. Isso, claro, oferecendo em contrapartida diversas medidas de segurança para que funcionários e clientes fiquem livres da contaminação pela COVID-19. Pois o fechamento do comércio se deu exatamente para conter o avanço da doença, que se prolifera com muita facilidade.

Esse pedido ao Prefeito Íris Rezende vem na esteira de diversas decisões tomadas por Prefeitos em todo o país. Estes tomaram a decisão de proceder a reabertura do comércio para garantir a retomada econômica. Entretanto, a Prefeitura de Goiânia é reticente quanto a isso, embora seja consciente da necessidade da medida. Isso porque a curva de contágio no município está em rápida escala ascendente. E a reabertura dos setores da economia poderia trazer sérios riscos à população.

Mas isso não significa que a solicitação para reabertura do comércio não será aceita. Pois no pedido as entidades representativas apresentaram um plano de controle de contágio da COVID-19 no comércio. Algo que, caso convença Íris Rezende, poderá garantir a volta da atividade econômica no município.

O decreto de escalonamento e a reabertura do comércio

Na semana que se passou Íris Rezende promulgou um decreto determinando o escalonamento dos horários de funcionamento do comércio em Goiânia. Isso para os que estão autorizados a funcionar. E os empresários que pedem a reabertura do comércio se comprometem a cumprir com essa regra também. De acordo com eles, o cumprimento do decreto de escalonamento não seria um problema.

O comitê de crise da Prefeitura de Goiânia diz que na segunda-feira analisará o pedido e dará uma resposta. E a expectativa é grande. Porque a cidade, embora lutando contra a COVID-19, precisa voltar a crescer e fortalecer sua economia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here