A prefeitura de Vila Velha/Espírito Santo, está fazendo uma série de  livros, para comemorar o aniversário da cidade. A live teve como tema  “Vila Velha 485 anos -Turismo de Qualidade” e foi organizada e comandada pela Secretaria de Turismo. A live de hoje,26, começou às 16 horas e teve a participação do secretário de Desenvolvimento econômico do município.

 

O secretário de Turismo abordou um tema que faz parte de uma série de dúvidas geradas na população, sobre como será no pós-pandemia. A dúvida também se aplica ao setor do turismo e o secretário  André Abreu de Almeida, afirmou que Vila Velha está se preparando para alavancar o setor, no pós-pandemia.

 

A qualificação do destino turístico poderá ser um diferencial neste mercado. Neste sentido, Vila Velha está se preparando para o momento. Lançamos o selo de qualidade estabelecimento turístico limpo e seguro e estamos preparando um plano municipal de turismo”

 

Além do secretário municipal de Turismo, outras participantes que são de vital importância para a cultura e turismo do país, participaram da live. Dentre os outros participantes, estiveram  do secretário de Estado de Turismo do Espírito Santo, Dorval de Assis Uliana, e do consultor da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e presidente da Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCPM), Mário Augusto Ribas do Nascimento.

A continuação do trabalho

Além disso, as lives começaram na segunda-feira, 25, e o primeiro tema foi “O Futuro Criativo”. Nesta edição foi discutido o tema da economia criativa abordada pelo município e os projetos inteligentes implementados pelo setor de economia e tecnologia, como: rede elétrica inteligente; ferramentas que a Rede Brasileira de Cidade Inteligente oferta as prefeituras; entre outros assuntos, de acordo com a Prefeitura.

 

Amanhã, 27, será a última live da série, com o tema “Cultura e Desenvolvimento”. As redes sociais se tornaram uma forma eficaz e segura de manter a comunicação entre governos e a população. Muitos vislumbra a inserção total destas ferramentas virtuais, no dia a dia das gestões, em todas as esferas de poder. Principalmente pela praticidade e agilidade que as ferramentas virtuais proporcionam. Em tempos de pandemia, esta é a única forma que se manter próximo de todos e seguro, ao mesmo tempo

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here